Expressa o facto no momento em que se fala. Pessoal e transmissível.
18
Nov 12
publicado por José Maria Barcia, às 00:16link do post | comentar

Explica, na primeira pessoa o que se passou e como foi no Tribunal de Monsanto:

 

 

''RELATO DA MANIFESTAÇÃO DE 14 DE NOVEMBRO

Ao contrário do que muitos possam pensar eu não tenho qualquer sede de protagonismo ou vontade de me expor, antes pelo contrário, há até alturas em que prefiro honestamente passar despercebida, mas esta altura não é (porque não pode ser) uma delas.
Decidi escrever este texto porque como cidadã sinto-me não só no direito como na obrigação de relatar o que realmente aconteceu na passada manifestação de 14 de Novembro na Assembleia da República, e digo realmente porque infelizmente mais uma vez a comunicação social preferiu manipular e ocultar a verdade, já para não falar das nojentas e falsas declarações da PSP.
Cheguei a São Bento acompanhada do meu namorado e dois amigos por volta das 16:00/16:30 quando o Arménio Carlos da CGTP ainda estava a discursar. Mantive-me lá alguns instantes, tendo depois chegado outra amiga nossa. Entretanto desloquei-me com uma amiga ao Mini Preço e qual não foi o meu espanto ao ver quando voltámos que já as grades tinham sido derrubadas e já um enorme alvoroço ocorria. Quem esteve presente não pode mentir e ser hipócrita dizendo que não houve violência da parte dos manifestantes pois é claro que houve, durante duas horas os polícias do corpo de intervenção foram agredidos com pedras da calçada, balões de tinta, garrafas de cerveja, etc. Foram agredidos sim, mas por uma MINÚSCULA minoria dos que estavam presentes na manifestação! No meio de milhares de pessoas talvez só umas 10 (e bem visíveis) arremessavam pedras e outros objectos. Independentemente da agressão que sofreram NADA justifica o que se passou em seguida… de repente, sem qualquer aviso prévio, (embora a comunicação social e a PSP insistam que houve um aviso feito através de megafone quem esteve presente na manifestação sabe tão bem quanto eu que não se ouviu absolutamente nada e que não foi feito qualquer esforço para que se ouvisse…) a polícia carregou sobre os manifestantes com uma brutalidade sem medida e que eu jamais tinha visto na vida. Como todos os outros comecei a correr e encostei-me à parede, de seguida várias dezenas de pessoas (muitas de idade avançada) se juntaram a mim e tentámos todos proteger-nos uns aos outros. A maioria das pessoas chorava e gritava “PAREM! PAREM POR FAVOR! NÃO FIZEMOS NADA!” e a polícia continuava a espancar toda a gente sem dó nem piedade e ainda com mais força! Vi velhotes a serem espancados, sei de pessoas que viram pais a serem espancados com os filhos pequenos ao colo, sei de pessoas que viram a polícia a tentar espancar uma pessoa de cadeira de rodas e vários manifestantes a rodeá-lo apanhando a pancada por ele para o protegerem. No meio de tanta violência, confusão e multidão histérica tentando sobreviver o melhor que sabia, consegui fugir com o meu namorado mas acabámos por nos perder dos nossos amigos. Continuámos sempre a fugir em direcção à Avenida Dom Carlos I, várias vezes parámos pelo caminho pensando que a polícia já não vinha atrás de nós, e várias vezes tivemos que fugir novamente pois a perseguição continuava. Acabámos por encontrar novamente um dos nossos amigos e depois de vários chamadas telefónicas soubemos que as duas meninas nossas amigas tinham ficado retidas pela polícia, marcámos um ponto de encontro e passados uns minutos elas lá conseguiram fugir e encontrámo-nos todos. Daí para a frente o nosso único objectivo era conseguirmos perceber o que se estava a passar mas acima de tudo assegurarmos também a nossa segurança, mas rapidamente percebemos que tal não seria possível. A polícia pura e simplesmente não parava de perseguir os manifestantes! Continuámos sempre a fugir, parando pelo meio para curtos descansos pois a perseguição continuava… já na Avenida 24 de Julho pensámos estar safos mas que mera ilusão, aí ainda foi pior! A Polícia continuava atrás de nós e de muitos outros mas desta vez disparando balas de borracha! Todos corremos apavorados o máximo que podíamos até que de repente mesmo ao pé da estação de comboios fomos interceptados por um grupo de polícias à paisana que violentamente e chamando-nos todos os nomes e mais alguns nos obrigaram a encostar às grades da estação enquanto mandavam ao chão e agrediam outras pessoas. Lá ficámos sendo enxovalhados e revistados vezes e vezes sem conta. Os rapazes foram todos algemados (uns com algemas e outros com braçadeiras) e separados das raparigas e de seguida fomos obrigados a sentarmo-nos todos no chão sem saber o que ia acontecer pois os polícias só nos intimidavam e não respondiam a nada. Devo frisar que devíamos ser cerca de 15/20 pessoas todos na sua maioria jovens adultos (18/20 anos) e inclusive um rapazinho de 15 anos! Lá fui posta dentro da carrinha com as minhas duas amigas, com o meu namorado e com mais 6 jovens (um dos amigos que tinha ido connosco conseguiu fugir), ou seja 9 pessoas dentro de uma carrinha com capacidade para 6. Fomos dentro da carrinha (os rapazes todos algemados) sem nunca nos ter sido fornecida qualquer informação sobre o lugar para onde íamos ou sobre o que nos ia acontecer. Chegando ao local estivemos uns intermináveis minutos todos fechados dentro da carrinha até que com intervalos pelo meio nos foram tirando de lá um a um, até no final só ficar eu. Fora da carrinha agarraram em mim sempre a gritarem “BAIXA A CABEÇA! OLHA PARA O CHÃO CARALHO!”. Já dentro da “esquadra” (Tribunal de Monsanto, o que por si só representa uma ilegalidade) fui escoltada por uma mulher polícia até à casa de banho onde me obrigaram a despir INTEGRALMENTE, onde me obrigaram a colocar-me de cócoras para verem se tinha algo escondido na vagina ou no ânus, onde me obrigaram a tirar todos os brincos, anéis, pulseiras, atacadores dos sapatos e os próprios sapatos! Fui obrigada a dar o meu nome e data de nascimento. Ficaram com todos os meus pertences (incluindo o telemóvel que antes me tinham obrigado a desligar) e fui levada até à cela de meias num chão gelado! Lá á minha espera estavam as minhas duas amigas e outras duas meninas que também tinham sido detidas. O que se passou a seguir foram duas horas e meia ridículas e sem qualquer sentido… foram-nos sempre negados os telefonemas para casa, sempre que alguém falava nisso alegavam que não sabiam de nada, nunca nos disseram porque estávamos ali, nunca nos respondiam concretamente a nada, apenas mandavam bocas estúpidas! Ficámos na cela duas horas e meia ao frio, sem comer, sem beber, descalços e vá lá que nos deixaram ir à casa de banho embora às meninas tenham dito “espero que tenham aproveitado pois só lá voltam amanhã”. Passadas essas duas horas e meia fomos sendo chamados um a um para recolhermos os nossos pertences e para serem feitas as identificações. Foram preenchidas folhas em que nos eram pedidos todos os nossos dados (BI, nome dos pais, morada, telemóvel, telefone fixo, profissão, etc. …) tendo que assinar no final, caso não o fizéssemos não sairíamos dali. Lá fomos embora, vendo-nos todos no meio do Monsanto muitos sem saberem sequer como ir para casa.
Não fomos espancados na “esquadra” mas fomos todos vítimas de humilhação e violência psicológica. Todos fomos detidos injustamente sem nunca sequer termos sabido o porquê da detenção. Fomos perseguidos como criminosos desde São Bento até ao Cais do Sodré! Éramos todos jovens (como já frisei a média de idades devia rondar os 18/20 anos) cujo único crime cometido foi termos participado numa manifestação. Nem eu, nem nenhum dos meus amigos arremessámos qualquer pedra, garrafa ou o que quer que fosse, não o fiz desta vez nem em nenhuma outra manifestação. Fomos detidos e perseguidos injustamente quando já nos dirigíamos ao Cais do Sodré para apanharmos um táxi para casa!
Quem não esteve presente e não viveu tudo isto certamente pensará que estou a exagerar ou a dramatizar, mas acreditem que não, as coisas foram bem piores até do que aquilo que descrevo. A repressão policial sentida ontem foi muito, muito grave e digna dos mais nojentos regimes fascistas e ditatoriais! As pessoas estavam literalmente a ser espancadas e perseguidas nas ruas e não tinham ninguém que as protegesse! Eu vi velhos cobertos de sangue! Vi mulheres e homens aos gritos de medo e desespero!
Há quem sem sequer ter estado presente insista em “proteger” os polícias e dizer que agiram muito bem, que quem lá estava só tinha era que apanhar, que eles coitadinhos foram agredidos com pedras durante duas horas, que muito pacientes foram eles, que nós os manifestantes somos todos uns arruaceiros. A essas pessoas eu só vos digo: VÃO-SE LIXAR! Abram os olhos, abram a mente e vejam a realidade que vos rodeia! Vão a manifestações e vejam por vocês próprios o que realmente acontece! Sejam humanos, sejam solidários e deixem de acreditar em tudo o que a comunicação social vos mostra! NADA justifica tudo aquilo porque eu e milhares de pessoas passámos e isto não pode ficar impune! Toda a gente tem o direito de se manifestar sem ser agredido brutalmente ou perseguido! Fala-se num aviso feito pela Polícia de Intervenção mas ninguém ouviu esse aviso! Um dos rapazes que foi detido no Tribunal do Monsanto nem sequer tinha participado na manifestação, ia apenas a passar na Avenida 24 de Julho no momento das detenções! Acham isso bem? Acham correcto que dezenas de jovens inocentes tenham sido detidos sem terem cometido NENHUM crime? Eu não acho, acho vergonhoso, nojento e muito grave num país que se diz democrático e de 1º mundo! Foram queimados caixotes do lixo e postos a bloquear estradas? Sim foram, mas tudo como uma resposta de enorme ódio e revolta em relação à acção desumana da polícia! Eu era a primeira a ser contra o arremesso de pedras mas depois do que vi e vivi ontem digo com a maior tristeza do mundo: quem age assim não é um ser humano, é uma criatura maldosa e formatada e merecem o que lhes venha a acontecer daqui para a frente. São cães raivosos, mercenários do Estado que vestem a farda da ditadura em vez de protegerem o povo!
A todos os que foram detidos comigo, principalmente quem veio comigo na carrinha e as minhas companheiras de cela: OBRIGADA a todos! Obrigada pelo apoio, pela união, pelo convívio e risos mesmo numa altura tão triste para todos, pelas canções e assobios, pela partilha de opiniões e experiências e acima de tudo por lutarem por um país melhor para todos! Obrigada também a todos os que estavam à nossa espera à saída do Tribunal do Monsanto e a todos os que se preocuparam connosco.
Estou viva, bem fisicamente mas muito, muito triste e desiludida com tudo o que vivi … ainda estou em estado de choque e a achar surrealmente grave tudo aquilo que se passou. Peço desculpa se o texto não está o melhor possível mas é muito complicado relatar com exactidão tão chocante experiência.
O objectivo era incutir-nos medo e fazer-nos não frequentar mais manifestações? Teve o efeito exactamente contrário: não me calam e jamais me impedirão de lutar por aquilo em que acredito! A luta continua sempre! VOLTAREMOS!''

 

tags: , ,

Se foste detida a culpa é tua. E para ja, quem la esteve realmente sabe que os avisos da policia eram audiveis e só la ficou quem quis estar na confusao. Pessoas como tu deixaram arruaceiros apedrejar a policia durante hora e meia, nada fizeram para os deter... A psp só fez o que lhes competia, lamento que tenhas ido atrás mas nao te faças de santinha.
ivo a 18 de Novembro de 2012 às 11:43

Quem és tu? Um polícia, um jotinha, ou apenas, hipótese benigna, um retardado?
João a 18 de Novembro de 2012 às 12:18

Deviam ter levado mais. Quem ataca policias que defendem um simbolo da nossa Republica merece aquela carga, quem la ficou a ver é culpado por associaçao.
Republica a 18 de Novembro de 2012 às 19:55

curioso! os que defendem a carga têm assim umas assinaturas pomposas: Orgulho, República...! Isto faz lembrar qualquer coisa..
Espero que na próxiam ocasião a sua ma~e ou uma crinaça da sua famílai não vá a passar por acaso...
Não digo o meu nome a 18 de Novembro de 2012 às 21:51

Tem vergonha ó Porco! A Republica somos todos nós. Defendeste menos que 0.5% da nação, ou seja, os políticos que nos roubam e te prostituem todos os dias. Tem vergonha Porco!
Não só não cumpriram a função de colocar o grupinho de 10 em sentido logo que começaram a atirar pedras como desataram a bater e espancar quem nada teve a ver com a situação. Cala-te PORCO!
bubu a 19 de Novembro de 2012 às 09:14

porco retardado
--------- a 20 de Novembro de 2012 às 04:37

e quem nos defende a nós?
Susana a 20 de Novembro de 2012 às 18:01

REPUBLICA???? Tu és mas é um verdadeiro FILHO DA PUTA !!!! Usando de bom português OK????
Não digo o meu nome a 22 de Novembro de 2012 às 20:34

Se um dia eu chegar ao Governo de Portugal, tu e outros como tu, vão todos para o Antartico e assim já podem criar uma "republica" só para vocês (republica, ivo e companhia)!!!! Imbecis
Gonçalo Dos Santos a 9 de Dezembro de 2012 às 07:13

e um retardado
----------- a 20 de Novembro de 2012 às 04:33

Eu aposto mais nessa do retardado, pois acho que qualquer pessoa cpm dois dedos de testa nunca diria algo deste género.... ou então é algum jotinha que por sua vez tb é bófia e retardado!

Boa! Gostei dessa
Gonçalo Dos Santos a 9 de Dezembro de 2012 às 07:16

Ou és um infiltrado, ou um ignorante, ou um atrasado mental, ou simplesmente gostas que se violem Direitos Humanos em Portugal...
Hugo Pires a 18 de Novembro de 2012 às 12:25

Então mas são os cidadãos que têm de parar os arruaceiros?! Então mas para que é que eu e todos os contribuintes pagamos o ordenado da bófia?! Ou esqueces-te que quem paga o ordenado desses policias sou eu e tu?! O que é aqui mais grave é o tratamento que foi dado a estas pessoas. A intimidação, o terror porque passaram às mãos das forças do Estado está, mais do que nas cacetadas, no facto de terem sido detidos aleatoriamente, encarcerados contra todas as normas legais, privados de falar com advogados e familia, torturados psicológicamente, e ainda obrigados a assinar papeis em branco que poderão ser no futuro utilizados para os acusar das mais variadas coisas!! Sabes como se chama isso? Terrorismo de Estado! É próprio de um Estado totalitário, fascista, de uma ditadura!! É isto que é verdadeiramente revoltante e preocupante. Como preocupante é que tantos ignorantes como tu defendam este tipo de práticas anti-democráticas. Deves ser mais um dos herdeiros dos bufos e dos lambedores de cu do tempo da outra senhora! O Otelo é que tinha razão... infelizmente não actuou em conformidade, e agora temos de levar com escumalha como tu!!
Kropotkine a 18 de Novembro de 2012 às 12:37

Deves ser anormal.
Ricardo a 18 de Novembro de 2012 às 12:43

O sr Ivo está enganado, não são os manifestantes que têm que deter os arruaceiros, isso é o trabalho da polícia. Portanto, o que o sr Ivo deve perguntar é: Porque é que a polícia, em vez de reprimir os manifestantes, não deteve os arruaceiros? Não será porque no meio dos lançadores de pedras e outros objectos podiam estar alguns dos seus colegas? Sabe-se que sim, e nós também sabemos que não nos vão desmobilizar, apesar dos métodos cada vez mais parecidos aos que usavam as forças repressivas no Chile de Pinochet.
faff a 18 de Novembro de 2012 às 13:40

Pode ser que te apanhe a ti numa próxima manifestação e parta te ao meio..!! Palhaço
Ze povinho a 18 de Novembro de 2012 às 16:09

violencia... para quê? mereces levar na tromba
Republica a 18 de Novembro de 2012 às 19:57

concordo sinceramente com o teu comentário. agora todos são vitimas.. Têm todo o direito á greve e a manifestar contra o k acham estar errado. agora não me digam k td o k a comunicação social passou é mentira k não fizeram nada.. k coincidência no meio de tanta gente a fazer vandalismo só apanharam os inocentes?? e gosto mt dos comentários enriquecedores que fazem a quem exprime opiniões diferentes. sendo logo retardado atrasado mental infiltrado.. se não concordam critiquem construtivamente.
daniel a 18 de Novembro de 2012 às 18:21

Exacto IVO, estou de acordo. Cego é aquele que não quer ver. Se virmos os videos dos populares (não a Comunicação social) pode ouvir-se nitidamente os avisos pelo Megafone e imediatamente um coro de assobios e despaupérios. quem quiz e foi inteligente e não queria confusão, afastou-se para a direita (rua de São Bento/Rua D.Caslos I) Quem quis ser vitima, continuou. se virmos bem o que se passou a seguir aos avisos e aos foguetes da PI vê bem que eles nãos e dirigiram para a direita, foram em frente onde estava a fonte do mal. Ora como ja disses-te, porque não detiveram os arruaceiros ? Já que a Policia o não fazia, os Manifestantes que dessem o exemplo. Não era bonito de er a Policia a ser agredida e resistir impavida e serena, durante cerca de duas horas. se eles tivessem partido logo para o ataque eram o quê? DITADORES. Preso por ter cão e preso por não ter. Pois olha Sara, lamento o sucedido. estive na de 15 de Setembro porque era LIBERAL não vou a Manif. criadas por Sindicatos esses são como os putos "batem e fogem" fizeram o discurso aqueceram os ânimos e bateram em retirada. ficaram lá até ao fim ??? É o ficas. Como disse não fui, mas se fosse e visse o que vi na TV, de certo afastar-me-ia ou então se houvesse mais gente a apoiar tentaria impedir os "putos" de arremessar pedras. Chamar aquels putos de "agentes infiltrados" é o mesmo que chamar ao meu velho Fiat de RolsRoyce....Como disses-te IVO, não tenho pena do que sucedeu a Sara e aos outros que se quiseram vitimizar. Tiveram tempo suficiente para se porem a centenas de metros "como muitos o fizeram" mas como sabemos como é a mente humana...até poderia haver alguém que se machucou de proposito para colocar as culpas na Policia...Há de tudo.
Antonio a 18 de Novembro de 2012 às 19:55

apoiado
Não digo o meu nome a 18 de Novembro de 2012 às 21:21

oh atrasado mental, quem tem que deter os arruaceiros é a Sara ou a Policia?
Eu a 18 de Novembro de 2012 às 22:51

Eu aposto no "Só idiota"!!!
eliza123 a 18 de Novembro de 2012 às 23:14

parece-me que as competencias estão trocadas, não é responsabilidade da psp de apanhar quem prevarica? ou será que o cidadão comum é que tinha de fazer o papel da psp e deter quem atirava pedras? a obrigação da psp era isolar e deter não bater, deter quem atirava pedras e não agredir quem se manifestava pacificamente. isto foi tudo armado e a comunicação social compactuou, é uma forma de repressão para as pessoas terem medo de se manifestarem e aceitarem 'cordeiramente' aquilo que nos quiserem impor e quem não ve isto é burro ou anda com a barriguinha cheia de mais...
Filipa Grilo a 19 de Novembro de 2012 às 00:12

Estou 100% de acordo contigo Filipa!
Contra estratégias imundas como aquela usada por este governo, não há manifestação que resista!

Não dispersas a bem, dispersas a mal. (estou mesmo a ver o passos coelho a dizer ao seu homologo Grego: "estas a ver como se faz? Ou queres que te faça um desenho?

Mais. Por falar na Grécia, cá para mim isto foram instruções vindas directamente de Bruxelas, da parte do traidor que fugiu para la há 8 anos e que se prepara para receber o prémio treta da paz (nobel).

Gonçalo Dos Santos a 9 de Dezembro de 2012 às 07:49

sim Prémio Nobel da Paz, os gajos deviam era receber o Prémio Nobel da Chulice, eles estão é a preparar-nos é para a 3ª Guerra Mundial isso sim...
Filipa Grilo a 12 de Dezembro de 2012 às 15:28

Alguém me esclareça. Estou muito confusa. Deve ser da idade! Eu percebi mal ou ha quem diga que os manifestantes deveriam, teriam mesmo a obrigação de prender os apedrejadores?! Imaginem que eu pensava muito seriamente que essa era a obrigação e a função especifica da policia!...
Tenho de me reciclar...
Margarida
Margarida a 27 de Novembro de 2012 às 21:55

Contacto
indicativoblog@gmail.com
Posts mais comentados
59 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
1 comentário
comentários recentes
!!!!!!!! que texto!
Acabo de caer de casualidad ( nunca creeré ...
sim Prémio Nobel da Paz, os gajos deviam era receb...
Incrivel como é logo assumido que sou do sexo masc...
Deita essa porcaria para o lixo, pois já não serve...
Pois é Duarte! Mas estes tipos só vêem bola e nove...
Estou 100% de acordo contigo Filipa! Contra estrat...
Boa! Gostei dessa
Se um dia eu chegar ao Governo de Portugal, tu e o...
Isto devia ir até ao Tribunal Penal Internacional!
arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


pesquisar neste blog