Não estava lá!
Acreddito no que dizes que se adivinha pelo que se viu nas tvs e alguns vídeos dad vítimas,
Estou contigo e ,para eles,há ums palavra e um sentimento:PORCOS,DESPREZO!
Joao Marques a 18 de Novembro de 2012 às 04:01

ola!! muito obrigada por este relato mas aqui fica uma dica: este tipo de testemunhos deve ser sempre, sempre escrito em ingles! a razao, claro e envergonhar as autoridades portuguesas ao espalhar isto pela internet. claro que u posso traduzir, mas ja nao ena primeira pessoa, logo perde forca ... obrigada!
daniela a 18 de Novembro de 2012 às 06:56

Concordo que deva ser escrito em Inglês e francês...este relato é, tal como outros, vividos na 1ª pessoa, e não só o são, fundamental p/ memória futura...vivermos numa ditadura camuflada...numa sociedade que se tem vindo a tornar fascizante...cuidado incautos...irão acreditar quando a vossa liberdade deixar de existir e quando viverem na pele, ainda que em outras circunstâncias e por eventuais motivos outros, aquilo que muitos acabaram por passar... a comunicação social anda manietada...
Obrigada pelo testemunho que está claro e muito bem escrito!
Por um Portugal melhor e que jamais o fascismo nos afronte a dignidade!
vitória Jurema a 19 de Novembro de 2012 às 02:08

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres